top of page

Entrelinhas - 25/01/2023

Por: JCNET


Despacho

Numa reunião ontem (24) com o juiz Cláudio Augusto Saad Abujamra, da 3.ª Vara Criminal de Bauru e titular da ação penal do caso que envolve a compra de passagens aéreas a terceiros com dinheiro da Cohab (leia mais na página 3), o advogado Leonardo Magalhães Avelar, que defende Gasparini, afirmou que seu cliente vive uma "situação teratológica".

Aspas

"Confesso que nunca vi algo igual em meus 20 anos de advocacia criminal", disse Avelar. Ele defendia, na ocasião, que Gasparini é denunciado duas vezes pelo mesmo fato - a compra das passagens. Segundo o advogado, o Ministério Público já descreve na ação penal principal o episódio da compra de passagens. E que não faria sentido haver uma segunda denúncia a esse respeito.

Pedido

Leonardo pediu ao magistrado que seja encontrada uma solução ao impasse. Uma das alternativas, afirma, seria rejeitar a denúncia com relação a Gasparini e manter como réu apenas o ex-vereador Fábio Manfrinato, que também responde à ação.

Perícia

Já na ação civil pública que acusa Gasparini de improbidade na gestão da Cohab, que tramita na 2.ª Vara da Fazenda Pública de Bauru, a Justiça autorizou a realização de uma perícia contábil nos balanços financeiros da companhia para averiguar se houve ou não manobras contábeis para maquiar os desvios.

Questionou

"Não para de entrar dinheiro no cofre, a prefeita promete 'bombar' em obras... mas como anda a Saúde?", indagou o vereador Coronel Meira (União Brasil), nesta terça-feira (24), pelas redes sociais. Para o parlamentar, o governo precisa focar nas saúdes básica e da família e apostar de uma vez por todas na prevenção e no monitoramento. "As filas das madrugadas por senhas são inadmissíveis", disparou.

Filas

Meira defende ainda que o município disponibilize recursos próprios para reduzir a fila de espera por exames e cirurgias eletivas. "Não é porque [o Estado de] São Paulo deixou de fazer sua parte que Bauru tem de continuar virando as costas a seus pacientes", escreveu.

Na UPA

O vereador Antônio Carlos Domingues (Cidadania), o Beto Móveis, vai pedir que a Prefeitura de Bauru amplie a unidade pediátrica da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Mary Dota. A medida, diz ele, "é necessária para permitir condições adequadas no atendimento tanto aos usuários como aos profissionais de saúde".

 

Texto publicado originalmente em JCNET.

コメント


bottom of page