top of page

Escritórios apostam em Direito Empresarial Penal e Tributário em 2024

Por ConJur

Na segunda parte do levantamento que a revista eletrônica Consultor Jurídico publica com exclusividade, os escritórios de advocacia brasileiros afirmam que esperam crescer em 2024 e apontam parâmetros que vão orientar a sua atuação ao longo deste ano, considerando também as tendências do mercado jurídico e da economia no geral.

Entre as áreas que devem ganhar mais espaço dentro das bancas, estão o contencioso tributário, que deve aumentar com a retomada de julgamentos do Carf, e de ESG, sigla que representa sustentabilidade ambiental, social e de governança corporativa (Environmental, Social and Governance) nas empresas.

Fábio Antonio Tavares, do Tavares e Krasovic Advogados, resume a tendência: “Somos um escritório criminal com ênfase em econômico. Desde o fim do ano passado já havíamos percebido tendência de crescimento de demanda em tributário e também em razão da não regulamentação das bets — o que já é reflexo do novo governo.”

Também foi citada a criação de áreas específicas para atuar com Direito Penal Empresarial em mais de um escritório, o que denota uma expectativa de crescimento do volume de processos. O Direito Regulatório também vem ganhando espaço dentro das bancas.

Por outro lado, há empresas que pretendem focar na qualidade em vez da quantidade em 2024, e não planejam grandes mudanças estruturais, buscando, em vez disso, especialização nas áreas em que já atuam.

A ConJur pediu aos escritórios que enviassem depoimentos sobre o que foi o ano passado para a advocacia e os planos para 2024, tendo recebido um total de 35 manifestações.

Ao longo da série de quatro reportagens, esses depoimentos, de elevado valor histórico para a advocacia brasileira, serão publicados na íntegra.

(...)

Avelar Advogados

“O ano de 2023 foi essencial para a expansão e fortalecimento da posição do Avelar Advogados no mercado do Direito Penal Empresarial.

Ao longo do ano de 2023, o crescimento foi tão intenso que o Avelar Advogados passou a atender 22 das cem maiores empresas atuantes no Brasil. Além do posicionamento junto aos seus clientes, por sermos um escritório que atua exclusivamente na área de Direito Penal e compliance criminal, passamos a ser vistos no mercado como um parceiro preferencial e confiável para outros escritórios de advocacia que trabalham nas demais áreas do Direito, mas não atuam com Direito Penal.

Com o crescimento no número de casos e clientes ao longo do ano de 2023, para manter o alto padrão de atendimento, nosso escritório passou por um redimensionamento e dobrou de tamanho, contando com aproximadamente 30 profissionais e nova sede no Rio de Janeiro, o que faz com que seja um dos maiores escritórios do Brasil atuando exclusivamente na área do Direito Penal.

Do ponto de vista técnico, potencializamos a atuação do ‘Observatório do Direito Penal’, nosso laboratório de estudos que acompanha semanalmente todos os principais julgados de natureza criminal dos tribunais superiores, além de monitorar todos os projetos de lei com repercussão criminal apresentados pela Câmara dos Deputados e Senado Federal.

Nosso maior investimento no ano de 2024 será na retenção, atração, bem-estar e capacitação dos nossos talentos. Afinal, a nossa equipe é parte essencial da jornada de crescimento do Avelar Advogados”.

 

Texto publicado originalmente em ConJur.

Comments


bottom of page